REGULAMENTO

PRÊMIO PRETOS EMPREENDEDORES

I. REALIZAÇÃO
O Grupo Favela Holding, em parceria com a Central Única das Favelas (CUFA), promoverá a primeira edição do Prêmio PRETOS EMPREENDEDORES, com cerimônia de premiação a ser realizada no Theatro Municipal de São Paulo, em 23 de outubro de 2020, a partir das 20h.

II. DOS OBJETIVOS
O Prêmio PRETOS EMPREENDEDORES visa contemplar exclusivamente negras e negros que realizam iniciativas empreendedoras no Brasil.
Com isso, tem como objetivos principais valorizar e reconhecer publicamente afroempreendedores, além de incentivar que instituições e indivíduos sociais percebam a existência desses empreendimentos.
Vale informar, que a comissão organizadora entende como afroempreendimentos iniciativas inovadoras desenvolvidas, no Brasil, por pessoas negras (brasileiras ou estrangeiras) nos mais diversos segmentos, como: gastronomia, moda, responsabilidade social, economia, tecnologia, educação, influência digital, comunicação, esporte, comércio, acessibilidade, audiovisual, literatura, patrimônio, linguagens artísticas, eventos etc.
Por isso, o prêmio não fará recorte social, estando o júri livre para escolher afroempreendedores formais e/ou informais, de pequeno, médio e/ou grande porte, consolidados ou não em suas áreas de atuação. O que vale para o prêmio é o recorte étnico-racial.

III. DAS FASES
Para desenvolver os objetivos propostos, o prêmio será dividido em quatro fases:
- FASE 1: um júri de, no mínimo, cem (100) personalidades será escolhido pelas CUFAS regionais (presentes em 26 estados e no Distrito Federal). Cada integrante desse júri indicará cinco (05) mulheres negras e cinco (05) homens negros que causaram algum tipo de inovação na sociedade através de seus empreendimentos, entre agosto de 2019 e agosto de 2020. Os dez (10) empreendedores mais citados pelo júri (sendo 5 mulheres e 5 homens) seguirão para a segunda fase do prêmio. A divulgação da lista dos afroempreendedores mais indicados - a partir dos critérios anteriormente descritos – estará no site oficial do prêmio (www.pretosempreendedores.com.br).
Vale ressaltar que, também nesta fase, os próprios empreendedores de forma espontânea podem se cadastrar em um banco de dados no SITE oficial do prêmio (aba INSCRIÇÕES) para que o júri possa, se quiser, consultar. Importante reiterar: o cadastro no banco de dados não garante a participação do empreendedor no prêmio, servindo apenas para consulta do júri; e também para consulta pública, ou seja, para divulgação do trabalho desenvolvido pela empreendedora ou pelo empreendedor para o público/sociedade.

- FASE 2: nesta etapa, será aberta uma votação pública via site para eleição, dentre os dez (10) afroempreendedores selecionados, dos afroempreendedores e afroempreendedoras estaduais do ano. Essa votação será composta por três (03) júris com nota de peso iguais:
1) JÚRI A: formado pelo mesmo grupo de personalidades da primeira fase, peso de nota = 33%;
2) JÚRI B: votação pública pelo site oficial do prêmio, peso de nota = 33%;
3) JÚRI C: banca formada por um grupo de, no mínimo, 10 afroempreendedores/as de cada estado, tendo esta banca também peso de nota = 33%, completando assim a nota final;

- FASE 3: uma vez escolhidas os 54 afroempreendedores que mais inovaram, em seus respectivos estados do ano (27 negras e 27 negros), outra votação pública será aberta, dessa vez para escolher - entre esses vencedores – os empreendedores do ano. Essa votação pública segue o formato com três júris de peso igual (JÚRI A, JÚRI B e JÚRI C);

- FASE FINAL: Os 54 afroempreendedores estaduais vencedores receberão um convite para participar da cerimônia de premiação a ser realizada no Theatro Municipal de São Paulo, em 23 de outubro de 2020, a partir das 20h. Na premiação, serão revelados e também premiados os empreendedores pretos do ano de 2020 do Brasil.
Apenas para essa fase, a organização do evento disponibilizará passagem aérea, hospedagem e translado para somente para a pessoa (01) vencedora da etapa estadual. Todos os casos omissos não previstos nesse regulamento serão analisados e resolvidos pela comissão organizadora.

IV. DO JÚRI NACIONAL
Cada CUFA estadual (presentes nos 26 estados e no Distrito Federal) indicará cada, pelo menos, 100 (cem) personalidades de relevância local dos vários segmentos da sociedade (empresários, artistas, esportistas, jornalistas, digital influencers, gestoras/es públicos etc).
É de competência desses júris indicar, de acordo com o conhecimento individual, os dez (10) afroempreendedores (sendo 5 mulheres negras e 5 homens negros) inovadores, que fizeram a diferença na sociedade, em cada estado nacional, no período entre agosto de 2019 e agosto de 2020.
Os júris estaduais que formam o júri nacional (JÚRI A) participam das FASES 1, 2 e 3 do prêmio.
É importante informar que as personalidades políticas só poderão participar do júri enquanto superintendentes, secretários/as ou ministros/as – uma vez que desempenham cargos de função administrativa. Contudo, uma vez que assumam seus mandatos legislativos, seja no âmbito federal, estadual ou municipal (respectivamente, senado, câmara federal, assembleia legislativa e vereança), deixam de fazer parte do júri automaticamente.

V. DAS INDICAÇÕES
O critério de escolha do júri é livre e se baseia no conhecimento sobre o assunto de cada personalidade.
Poderão ser escolhidas e votadas exclusivamente pessoas negras que desenvolvam iniciativas empreendedoras inovadoras no Brasil, sendo brasileiros ou estrangeiros. Essas iniciativas podem ser formais e/ou informais; de pequeno, médio e/ou grande porte; consolidadas/os ou não em suas áreas de atuação.
Importante registrar que podem participar pessoas negras proprietárias exclusivas ou sócias de iniciativas empreendedoras, sendo essas, empresas (formais e/ou informais; de pequeno, médio e/ou grande porte), projetos e/ou negócios. No caso de sociedades, apenas uma pessoa pode concorrer e, sendo o caso, receberá o título de empreendedor do ano estadual e/ou nacional. O Prêmio Pretos Empreendedores deseja reconhecer e valorizar os indivíduos.
Para indicar os afroempreendedores, a personalidade deve informar o nome da pessoa responsável e função/cargo desempenhado, nome da iniciativa/projeto/empresa inovadora, contatos telefônico e/ou e-mail, além de encaminhar links que tiver e quiser incluir com informações que achar pertinente (Exemplo: site, Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, vídeos no Youtube ou outra plataforma de vídeo, fotos, matérias, entrevistas, arquivos pessoais etc).

 

VI. DAS INSCRIÇÕES NO BANCO DE DADOS
Na primeira fase do prêmio, os próprios empreendedores podem se cadastrar no banco de dados presente no site oficial do prêmio (aba INSCRIÇÕES), para que o júri possa, se quiser, consultar a qualquer tempo.
É importante frisar que o cadastro no Banco de Dados não garante a participação do empreendedor no prêmio. Ou seja, as iniciativas cadastradas espontaneamente no site não têm qualquer vinculação com a premiação ou com as instituições realizadoras (Favela Holding e CUFA). E ainda: as informações contidas no cadastro são de responsabilidade do proponente, cabe à organização do prêmio apenas as disponibilizar integralmente ao júri nacional; e bem como para consulta pública, ou seja, para divulgação do trabalho desenvolvido pela empreendedora ou pelo empreendedor para o público/sociedade.
Para o cadastro, o afroempreendedor ou afroempreendedora deverá indicar seu nome completo, nome da iniciativa/projeto/empresa inovadora, função/cargo desempenhado na iniciativa, contatos telefônicos (residencial e/ou profissional, com um contato para recado) e e-mail, onde e há quanto tempo é realizada, além de encaminhar links que tiver e quiser incluir com informações que achar pertinente (Exemplo: site, Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, vídeos no Youtube ou outra plataforma de vídeo, fotos, matérias, entrevistas, arquivos pessoais etc – lembrando de se certificar que está no modo público).
Vale reforçar que podem participar pessoas negras proprietárias exclusivas ou sócias de iniciativas empreendedoras, sendo essas, empresas (formais e/ou informais; de pequeno, médio e/ou grande porte), projetos e/ou negócios. No caso de sociedades, apenas uma pessoa concorrerá e, sendo o caso, receberá o título de empreendedor do ano estadual e/ou nacional

VII. DA VOTAÇÃO PÚBLICA
Consiste na participação popular que compõe o GRUPO DO JÚRI B do prêmio, nas FASES 2 e 3 do prêmio. Será realizada pelo site oficial do prêmio. Quem desejar votar, precisa informar o nome e os últimos quatro (04) números do CPF. Cada indivíduo poderá votar nos indicados e indicadas de todos os estados, porém apenas uma vez.

 

VIII. DO JÚRI DE EMPREENDEDORES/AS
            Banca formada por um grupo de 10 a 20 afroempreendedores/as de cada estado participante. Participará das FASES 2 e 3 do prêmio.

 IX. DO SITE
O site oficial (www.pretosempreendedores.com.br) possuirá todas as informações necessárias sobre o prêmio, além de ser a única ferramenta para eleição das iniciativas afroempreendedoras vencedoras.

X. DA PREMIAÇÃO
A Cerimônia de Premiação, com a entrega das estatuetas em 2020, ocorrerá no Theatro Municipal de São Paulo e contará com a participação dos vencedores estaduais. Além de pessoas convidadas e imprensa.
Vale informar que os empreendedores do ano (estaduais e nacionais) só poderão concorrer novamente após cinco (05) edições do prêmio.

XI. DO CRONOGRAMA
•  30 de janeiro de 2020, às 23h59: Prazo final para formação dos júris locais pelas CUFAS estaduais;
• 20 de março – 20 de julho de 2020, às 23h59: Prazo para inscrições espontâneas no banco de dados do site;
• 30 de abril de 2020: Início das indicações dos afroempreendedores pelo júri de cada estado;
• 1 a 20 de julho: FASE 1 – Seleção dos dez (10) empreendedores mais citados pelo Júri Nacional (sendo 5 negras e 5 negros) em cada estado e no Distrito Federal;
• 1 de agosto de 2020: Apresentação das 5 empreendedoras e dos 5 empreendedoras mais citados em cada estado a serem votadas/os;
• 10 de agosto de 2020: FASE 2 - Início da votação pública por estado;
• 10 de setembro de 2020, às 23h59: Encerramento da votação pública;
• 15 de setembro de 2020: Resultado – Vencedora e vencedor de cada estado;
• 20 de setembro de 2020: FASE 3 – abertura de votação pública para eleição de uma (01) empreendedora e um (01) empreendedor nacional do ano;
• 23 de outubro de 2020, às 20h: PREMIAÇÃO - Cerimônia de premiação das 54 pessoas eleitas (27 negras empreendedoras e 27 negros empreendedores) e premiação dos dois (02) vencedores nacionais (uma mulher e um homem).

XII - DISPOSIÇÕES GERAIS
A organização do evento disponibilizará passagem aérea, hospedagem e translado para a vencedora e para o vencedor de cada estado, ou seja, não incluindo acompanhante, por exemplo. Todos os casos omissos não previstos nesse regulamento serão analisados e resolvidos pela comissão organizadora.

* Regulamento sujeito a alterações sem aviso prévio.

 

REALIZAÇÃO / PRODUÇÃO / PROMOÇÃO